quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Fingir para quem você mais ama que só está com sono quando na verdade está muito drogada.
Deitar na cama, mesmo com pouca lucidez , fechar os olhos e tentar tocar aquele sorriso no pensamento.
Chorar até pegar no sono.
Amanhecer com o rosto inchado , olheiras .
Lembrar dos seus sorrisos falsos na noite passada e chorar encolhida num canto do quarto, se sentindo imbecil , porque todo aquele teatro , não faz o mínimo sentido.


Não muito bem [...]

Um comentário:

Yan Ser disse...

Muito bom texto, apesar de dolorido...
Gostei do seu perfil...
Otimo fds